quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Desfiando

Por favor, lembre-se
Lembre-se de quem eu sou
Eu não quero machucá-la aqui
Neste mundo que outrem imaginou
E que não sei como funciona
Este lugar todo destruído
Destruído mundo onde você me amou
Tem alguém dentro de mim?
Até parece um descuido
Um escárnio perto do fim
Eu ouço teu riso
Sem nada poder ver
Tão danificado
Descuidado
Sem mais o que fazer
Eu seguro minha respiração
E congelo
Um flagelo
Dentro do meu coração
Quebrável
Inquebrável
Insano
Profano
São
Sacro
Já estou tão fraco
Transparente
E neste estado te encontrei
Com este mundo me retorcendo
Gradativamente
Estou desaparecendo
Não olhe mais para mim
Mas por favor
Lembre-se de quem eu sou
Até o fim



Um comentário:

  1. Apaixonadamente sofrida, mas feliz de quem for amado assim!!!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigado por sua opinião.