domingo, 1 de maio de 2016

No Rumo Inverso

Vamos nos libertar de tudo agora
Sairemos em busca de nossa luz
Deixemos os medos sem demora
Nossa crença é o que nos conduz

Não é fácil esquecer todas as brigas
Não é fácil superar os desencontros
Não nos deixemos levar por intrigas
Não cultivemos rancores e tolontros

Ouçamos o que o vento está dizendo
Sejam suas palavras belas ou ferinas
Vejamos o quanto o céu está tremendo
Por puro medo de todas nossas sinas

Nós só temos um lugar para chegar
Ele está muito além dessa escuridão
Nós ainda somos jovens para errar
Corremos no rumo inverso da solidão

2 comentários:

  1. Muita crença muita fé é o que nos resta, mas como a esperança é a ultima que morre
    Acharemos nosso porto seguro !

    ResponderExcluir

Muito obrigado por sua opinião.